SOS marmita: truques infalíveis para uma comida fresca e conservada

SOS marmita: truques infalíveis para uma comida fresca e conservada

A comunidade de marmiteiros vem crescendo em todos os cantos e atividades. A cada dia, mais e mais pessoas optam por levar suas refeições ao trabalho ou faculdade. Os mais assíduos, inclusive, não abandonam a marmita nem quando os amigos chamam para um barzinho ou restaurante – preferem comida caseira e balanceada sempre!

Seja por praticidade, para manter a alimentação em dia ou dar aquela segurada nos gastos, todo apreciador de marmitas espera realizar uma refeição fresquinha, totalmente segura e com todo o sabor original dos alimentos.

Para isso, é necessário adotar alguns hábitos estratégicos que farão da hora da marmita um momento bem mais prazeroso. No post de hoje, a Chic Charm te mostra tudo sobre conservação e organização para uma marmita perfeita! Olha só:

Truques infalíveis para para manter a marmita fresquinha!

Tudo em seu devido lugar: separe seus alimentos

Manter os diferentes alimentos em recipientes ou compartimentos separados é importante por motivos variados. Primeiro, permite que você aprecie os sabores de tudo que fez com muito carinho, sem interferências ou mudanças no paladar. Cada um em seu quadrado!

O procedimento ainda mantém tudo mais fresco, evitando que os alimentos quentes murchem ou machuquem os alimentos frios e delicados, como folhas e legumes crus. Para levar saladas, prefira um recipiente exclusivo – assim, só serão levados ao micro-ondas os alimentos que precisam de aquecimento.

Sobre saladas, vale lembrar: deixe para adicionar molhos ou temperos no momento em que for consumir. O sódio dos molhos e condimentos retira a umidade das folhagens e o resultado é uma salada murcha, triste e sem sabor. Nada do que esperamos, né?

Separar também é um ótimo procedimento para evitar contaminações. Se tudo estiver devidamente dividido, diminuem-se as chances de que um alimento contaminado inviabilize a ingestão dos demais. Prevenir é sempre a melhor opção.

Escolha bem seu recipiente

Para colocar em prática as dicas de separação que acabamos de discutir, vale investir em um recipiente com divisórias. Hoje, inclusive, os melhores fabricantes contam com potes que possuem mais de um andar: super versáteis, permitem que você opte pela parte que vai ou não ao micro-ondas, além de oferecer muito mais conforto no momento de realizar sua refeição.

Preze pela qualidade e fique de olho no plástico do seu pote. Os recipientes de procedência pouco confiável podem soltar substâncias nocivas em seu alimento, incluindo o temido Bisfenol A, também chamado de BPA – um cancerígeno perigoso que é liberado com intensidade potencializada quando o recipiente é aquecido.

O vidro é uma boa opção, apesar de ser consideravelmente mais pesado e quebrável. Para usar plástico sem preocupação ou malefícios à saúde, procure por fabricantes que garantem materiais livres de BCA e siga corretamente as instruções de uso. Não tem erro!

Sem chance: evite alguns alimentos ou preparações

Existem preparos e alimentos que simplesmente não combinam com marmita. Dentre eles, as frituras são as campeãs: péssimas em manter a crocância original, podem ficar molengas e perder o sabor. Mantenha-as longe do seu potinho!

Algumas frutas fatiadas podem oxidar e ganhar aparência e sabor nada apetitosos. Evite maçãs e abacates cortados – mas não deixe de consumi-los, pois são ótimos para sua saúde. Apenas opte por levá-los inteiros. 

No time de alimentos pouco “marmitáveis” estão as nozes e amendoins. Assim como as frituras, perdem facilmente a textura original e podem não estar em todo seu esplendor na hora de consumir. Prefira levá-los em um potinho separado.   

Cuidado com cozimentos exagerados: lembre-se que as massas reiniciam o processo de cozimento assim que são colocadas para esquentar. Para evitar massas molengas, cozinhe um pouco menos que o necessário antes de colocar na marmita. 

Não tem onde gelar? Vá de bolsa térmica 

Bolsas térmicas são as opções perfeitas para quem quer garantir a total conservação do alimento no trajeto até o escritório, onde ele voltará para a geladeira: assim, a marmita não será exposta à choques térmicos, o que diminui as chances de contaminação.

Sobretudo, esses acessórios super práticos e muito fofinhos são uma mão na roda para quem precisa levar refeições a locais que não possuem refrigerador. Nada de deixar sua marmita em casa por causa disso! 

Feita de multicamadas de alumínio e outros materiais isolantes, a bolsa térmica conserva as baixas temperaturas de sua marmita recém retirada da geladeira. Dúvidas sobre o tempo limite que seu alimento pode ficar na bolsa térmica sem refrigeração?

Este número dependerá da qualidade e capacidade do material em que é produzido seu equipamento, por isso informe-se sempre com o fabricante. De qualquer forma, as bolsas térmicas mais poderosas conseguem manter a temperatura por até 4 horas.

Para garantir a qualidade de conservação, você poderá inserir pads congeláveis de silicone que aumentam muito o potencial de resfriamento da sua bolsa! Esses dispositivos são acessíveis, compactos e muito práticos: basta congelar durante a noite e, de manhã, colocar na bolsa térmica junto com sua marmita. Conservam os alimentos resfriados e não soltam água ao descongelar durante o dia.

E aí, preparada para seguir as dicas e aproveitar aquela refeição fresquinha na correria do dia a dia? Então deixe seu comentário e compartilhe suas experiências ou dúvidas conosco! Vamos adorar ver você por lá!

Para mais dicas infalíveis como essas, fique ligada nas atualizações do blog Chic Charm: tem post novo toda semana!

Leave a Reply