Casa perfumada: como manter o cheirinho de casa limpa todos os dias!

Casa perfumada: como manter o cheirinho de casa limpa todos os dias!

Nossa casa sempre foi um cantinho especial, mas nos últimos meses ganhou significados diferentes e uma relevância antes inimaginável! Ela passou a comportar atividades novas e, além de ser local de convivência familiar e relaxamento, se transformou em um ambiente de lazer, local para atividades físicas, escritório e escola. Nunca foi tão importante manter esse espaço organizado e agradável para quem o habita!

E você sabia que o cheiro de um ambiente pode mudar por completo a sua experiência? O olfato é o sentido humano mais conectado com a memória e subjetividade, importantíssimo na criação de lembranças afetivas e super relevante para o humor. O cheiro de uma casa diz muito sobre como se vive dentro dela, e é importante cuidar disso!

Quer aprender a manter aquele cheirinho de faxina feita durante todos os dias da semana? Vem com a gente e confira o passo a passo prático que a Chic Charm montou. Unimos dicas fáceis para o dia a dia que farão da sua casa um espaço ainda mais aconchegante. Olha só: 

1. Comece pela limpeza, sempre!

Não adianta: para que a casa tenha cheirinho de limpeza ela deve estar limpa! Tentar mascarar a desorganização e falta de limpeza adicionando perfumes fortes nunca dá certo e pode ser a receita para um verdadeiro desastre olfativo! Nossa dica, portanto, é aplicar um esforço a mais na faxina semanal, adicionando produtos neutralizadores de odores para criar uma “tela em branco”. Assim, os perfumes que você adicionar depois poderão de fato ser aproveitados em um ambiente limpinho. 

Alguns produtos bem eficientes nessa tarefa são o bicarbonato de sódio, o limão e o vinagre. Cascas de frutas cítricas também podem “sugar” odores fortes de ambientes fechados. Desinfetar bem o chão é importante, e você pode acrescentar um pouquinho de amaciante para roupas na secagem final.    

2. Mantenha a organização ao longo da semana

Depois de uma boa faxina com neutralização de odores ruins, o desafio é manter a organização nos demais dias da semana. Isso é importante pois, quando os objetos estão bem organizados, fica bem mais fácil visualizar locais que precisam de uma limpeza adicional. Criar uma rotina de manutenção da casa pode se tornar um hábito capaz de oferecer ambientes gostosos e limpos sempre! 

Para que esse processo seja facilitado, defina bem os espaços e compartimentos em que deve ficar cada família de objetos – afinal, se as coisas não ganham um lugar específico, qualquer lugar é lugar! 

Caixas organizadoras são suas melhores amigas para esses momentos, e podem ser adicionadas aos gabinetes, estantes, na parte superior de móveis e dentro dos armários. Separe os objetos por categorias e os coloque sempre na mesma caixa depois de usar.

Se já está ligado em nossos posts, sabe que criamos listas especiais para a organização de diversos cômodos da casa. Passamos pelo quarto, pelo banheiro, arrumamos a cozinha e demos aquela limpada no guarda-roupa. Vale a pena conferir cada um desses posts e aplicar o passo a passo na sua casa!

3. Mantenha a casa arejada

Ambientes fechados e escuros são mais propensos ao acúmulo de umidade, proliferação de fungos, bactérias, mofos e maus cheiros. Por isso, é essencial que as portas e janelas de todos os cômodos sejam bem abertas e arejadas ao menos uma vez ao dia, em especial durante os momentos de maior luz solar. 

Expor ao sol as almofadas, tapetes, edredons pesados e, se possível, sofás, poltronas e puffs também ajuda bastante na eliminação de possíveis odores ruins. 

Nas épocas mais chuvosas e úmidas, reserve maiores cuidados aos gabinetes e gavetas, em especial aqueles que ficam nos banheiros. Adicionando sachês ou potinhos antimofo e abrindo as portas periodicamente é possível manter seus itens cheirosos e livres de fungos perigosos.   

4. Atenção aos banheiros

Além de caprichar na higienização e desinfecção dos banheiros e lavabos, existem algumas dicas preciosas e rápidas que vão te ajudar a tornar esses ambientes mais cheirosos. A primeira é a adição de bicarbonato de sódio e carvão vegetal ao fundo das lixeiras, que podem ficar mau-cheirosas. 

Esses materiais absorvem a umidade e os odores de maneira poderosa, ajudando na manutenção de um ambiente agradável entre as trocas do lixo. Lembre-se, é claro, de tirar os resíduos mais de uma vez ao dia. Utilizar uma lixeira pequena e fácil de higienizar também é uma dica importante.

O bicarbonato e o sal grosso também podem ser as chaves para eliminar odores dos ralos e do vaso sanitário. Adicione uma quantidade mediana de sal no vaso e nos ralos, para que ele se dissolva lentamente, neutralizando os odores vindos da rede de esgoto. Renove a técnica sempre que sentir necessidade.   

5. Aposte nos aromatizantes naturais

Chegou a hora mais divertida: escolher os perfumes que você e sua família mais gostam! Há diversas maneiras de perfumar uma casa, que vão desde a aplicação de vasos com flores aromáticas à utilização de difusores elétricos com óleos essenciais. Existem os aromatizadores de palitinhos, as velas perfumadas, os incensos, os saquinhos de ervas secas e os “home sprays”, aqueles perfumes para casa feitos para aplicar de tempos em tempos. Cada uma dessas ferramentas se adapta melhor a certos ambientes ou a gostos pessoais de quem ali vive.

Na dúvida, opte por fragrâncias puras, suaves e naturais, aquelas que agradam um número maior de pessoas e oferecem menores riscos de sobrecarga sensorial. A canela e o café são exemplos de cheiros “limpos”, neutros e agradáveis. Outros perfumes dessa família são os cítricos e os herbais, com aquela vibe de limpeza e frescor. Nesse quesito, vale a experimentação, tentando sempre encontrar aquilo que melhor se encaixa à sensação que quer criar nos seus ambientes!

6. Tenha muito cuidado com os exageros

O exagero no perfume pode ser muito incômodo! Para garantir que as essências e aromas cumpram seu papel de maneira agradável, prefira adicioná-los de maneira sutil, um de cada vez. A sobreposição de cheiros cria uma sobrecarga sensorial que causa dor de cabeça e desconforto. Para evitar esse efeito, use apenas uma fonte de perfume em cada ambiente, como uma vela ou um difusor de ar. Combiná-los pode ser demais!   

Sentir o mesmo perfume de maneira constante também pode ser uma experiência desagradável, fazendo com que acreditemos que a essência está forte demais, o que nem sempre é o caso. 

O problema pode ser resolvido pelo posicionamento inteligente do seu aromatizante. Espaços de trânsito da casa são interessantes, pois neles o aroma será sentido de maneira ocasional. Você ainda pode colocar seu elemento perfumado próximo a cortinas e janelas abertas, por onde o vento pode entrar e espalhar o perfume periodicamente.     

Curtiu? Então diga pra gente quais outros assuntos ou dicas quer ver aqui no blog. Suas sugestões são muito importantes para que continuemos produzindo conteúdos de qualidade, sempre com a cara da comunidade Chic Charm. Fique ligado(a) para não perder nada e compartilhe com quem você gosta!

Para mais conteúdos sobre organização, vida fitness, viagens e beleza, siga a página da Chic Charm no Instagram! Por lá a gente interage diariamente e posta novidades imperdíveis sobre os produtos Jacki Design. Não dá pra perder.

Até o próximo post e fiquem seguros! <3 

Leave a Reply