Saiba como escolher a mochila escolar infantil para seu filho

A cada ano na escolinha, as crianças parecem crescer mais do que o esperado. E as mochilas precisam acompanhar esse desenvolvimento.

Pode parecer bonitinho e engraçado ver os pequenos todos desengonçados carregando bolsas maiores e às vezes até as arrastando. No entanto, usar a mochila escolar infantil correta é a melhor forma de evitar problemas futuros na coluna.

Pensando na saúde do seu filho, trouxemos algumas informações para te ajudar a escolher uma bolsa de acordo com idade e tamanho dele. Confira!

Tipos de mochila

Veja os 3 tipos principais:

Mochila com rodinhas

Preferida pelos pequenos, a mochila de rodinhas é uma ótima opção para quem precisa carregar um pouco mais de peso. A ideia é não sobrecarregar as costas da criança.

É importante, entretanto, tomar cuidado com o tamanho da bolsa para não ficar maior ou menor, do contrário, os problemas vão aparecer do mesmo jeito.

Mochila para as costas (tradicionais)

Com indicação para 5 ou 6 anos, a mochila de costas deve ter o peso equilibrado nos dois ombros, sem ficar muito pesada. Assim como as de rodinha, o tamanho dela também tem de estar em conformidade com a altura e peso da criança. E mais, atente-se ao ajuste da alça, para deixá-la rente aos ombros.

Mochilas transversais

As transversais são as menos recomendadas para os pequenos, porque concentram todo o peso dos materiais de um único lado. É um modelo utilizado pelos mais velhos, que possuem aulas específicas a cada dia e não precisam levar tantos livros de uma vez só.

Modelo ideal de mochilas conforme o tamanho e a idade

mochila infantil para meninos

O modelo e o tamanho da mochila são os aspectos com os quais os pais mais pecam na hora de escolha. Como comentamos, é fofo e engraçado se deparar com os pequenos usando bolsas enormes ou as arrastando, porém, a dor pode chegar gravemente depois.

Mochila de rodinha: essa opção é muito escolhida para crianças menores de 6 anos. Na verdade, é a melhor versão por não levar peso para as costas – mas não é porque eles saem apenas puxando por aí que não pode dar problema, ok?

Para saber se o tamanho está ideal, certifique-se de que a alça da mochila fique na altura da cintura do pequeno. É importante não ter peso em excesso, nem ficar muito baixinho na hora de puxar, para que ele não se incline toda vez para alcançar a alça. Portanto, meça a altura do seu filho antes de realizar a compra.

Mochila para as costas: normalmente usada pelos maiores – mas não é uma regra – é fundamental observar o peso que será carregado nas costas.

O ideal é que a mochila fique mais alta possível, alinhada aos ombros e cerca de 5cm da linha da cintura, nunca acima do bumbum.

O peso de qualquer modelo deve ser até 10% do peso da criança. Por exemplo, se ela tiver 30kg, a bolsa não deve passar de 3kg.

Consequências de uma postura incorreta

O crescimento infantil é uma etapa que pede cuidado e muito carinho. É o momento em que a mochila pesada pode ocasionar os temidos problemas na postura, coluna lombar e dores no corpo.

E essas talvez sejam as menores complicações. Os sinais surgem a longo prazo, com sequelas sérias que podem precisar até de fisioterapia. Peitos encurtados e músculos fracos na região das costas, por vezes, são acompanhados de uma escoliose. Além de problemas no pescoço, ombro, quadril e joelho. Por isso, tenha atenção.

Dicas para escolher a mochila escolar

bolsa infantil feminina de rodinha

Pensando no bem-estar dos pequenos, preparamos algumas dicas para te ajudar a escolher a mochila certa:

1. Observe o local de estudo

Para crianças pequenas, é normal os pais optarem por bolsas de rodinha, que são mais fáceis de carregar.

No entanto, é fundamental observar a estrutura da escola. Escadas, por exemplo, forçam a criança a segurar a mochila em um só braço, podendo machucá-la.

2. Fique de olho na postura do seu filho

Mesmo sabendo que o peso da mochila deve ser 10% do peso da criança, o mais importante é verificar a postura dela ao carregá-la nas costas. Se ainda estiver pesada, o pequeno vai jogar o corpo para frente para compensar, agredindo as costas.

A altura da haste da bolsa de rodinhas também. Fique de olho na postura do seu filho. Se ele não estiver ficando reto ao carregar a mochila, é possível prejudicar o quadril e o joelho.

3. Posicione os itens da bolsa de maneira correta

Muitas vezes o problema não é o peso da mochila, mas sim a maneira como foram dispostos os materiais dentro dela.

Então, posicione os itens mais volumosos, como cadernos, livros e pastas, perto das costas e na vertical, e o estojo, que é mais leve, na ponta.

4. Evite que seu filho carregue peso desnecessário

Coloque na mochila somente o que é pedido pela escola. Algumas mães mandam aquele casaquinho extra ou brinquedinhos que eles insistem em levar, mas são objetos que podem ser deixados de lado se estiverem sem função.

5. Não coloque o lanche dentro da mochila

Outra questão de volume desnecessário! Não aconselhamos levar alimentos ou até a própria lancheira dentro da mochila. É um peso que poderia ser redistribuído.

Invista em uma lancheirinha prática que ele possa apoiar em cima da bolsa de rodinhas ou levar na mão mesmo.

O que achou dessas sugestões? Não deixe de praticá-las!

Agora que você já sabe como escolher a melhor mochila para o seu filho, compartilhe o post com outros pais e fique ligado em nosso blog para conferir mais dicas e informações para auxiliar no cuidado dos pequenos.

Em nosso nosso site você encontra uma linha de produtos infantis completa para meninos e meninas. Confira!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *